Acusado de matar dois é preso com pistola de uso exclusivo das Forças Armadas

Na casa onde ele estava com mulher também havia droga

Redação RADAR 64
Publicado em 10/10/2018 às 16h59
Foto: Divulgação / Polícia Civil 
Maik foi preso juntamente com Pâmela em casa no Alecrim II; polícia encontrou arma e drogas

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
EUNÁPOLIS - A Polícia Civil prendeu, na terça-feira (09), um homem acusado de matar duas pessoas, há quase um ano, na cidade de Eunápolis. Maik de Souza Paiva, 26 anos, mais conhecido como MK, que já vinha sendo monitorado pelos investigadores na 1ª Delegacia Territorial, foi detido em uma casa no bairro Alecrim II, zona norte da cidade.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante a ação, os policiais apreenderam uma pistola calibre ponto 45, de uso exclusivo das Forças Armadas, além de 21 pinos de cocaína, 11 pedras de crack, 30 buchas de maconha e um caderno com anotações do tráfico. No local, os policiais prenderam também Pâmela Gomes dos Santos, 20 anos.

Galeria de Fotos

Maik confessou, segundo o delegado, os assassinatos de Caio Oliveira Santos, de 17 anos e do comerciante Juarez Vaz França, de 56. “O acusado é investigado ainda por participação em outros assassinatos, cujas investigações estão em andamento”, declarou Pacheco. Maik foi indiciado pelos dois homicídios. Os inquéritos já foram encaminhados para a justiça.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Pelo material apreendido na operação de terça, Maik e Pâmela foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Foto: Divulgação / Polícia Civil  
Além de drogas, polícia encontrou com pistola de uso restrito das Forças Armadas

OS CRIMES - Caio foi morto no dia 11 de novembro, dois dias antes de completar 18 anos. Ele foi perseguido por quatro bandidos, em um carro vermelho, enquanto andava pela Rua Monte  Serrat, no bairro Santa Lúcia. O jovem teria sido executado porque pertencia a uma facção criminosa rival.

Já Juarez foi morto a tiros um dia depois, dentro de seu bar, na Rua Sabiá, no bairro Alecrim II, por dois homens que se aproximaram dele pedindo cigarro. Os bandidos, diz o delegado, acreditavam que o comerciante fosse informante da polícia.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018
Acusado de matar dois é preso com pistola de uso exclusivo das Forças Armadas

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.