Acusados de ‘encomendar’ carro roubado são presos na BR-101

Veículo Santa Fé foi trazido de Itabuna por dois assaltantes, que também acabaram detidos

Redação RADAR 64
Publicado em 13/09/2017 às 14h21
Foto: RADAR 64  
Dois homens vieram de Cabrália pegar o carro roubado na BR-101; Um dos assaltantes era maior de idade

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

EUNÁPOLIS - Durante ronda na noite de terça-feira (12), na cidade de Itagimirim, a Polícia Militar apreendeu um carro roubado. O veículo - que estava sendo abastecido em um posto de combustível às margens da BR-101, havia sido tomado de assalto horas antes em Itabuna.

Segundo os policiais, o Hyundai Santa Fé, cor branca, era levado para o município de Eunápolis. Mas, durante o abastecimento, o condutor, um adolescente de 17 anos, precisou desligar o veículo. "Um dispositivo de segurança só permite que o carro seja ligado novamente por meio de um código, que só o proprietário possui", frisou um policial.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Diante do imprevisto, o menor e um comparsa - que também veio com ele de Itabuna, ligaram para os receptadores pedindo apoio. No momento em que a polícia estava abordando os assaltantes, um carro Pálio, com três pessoas, ficou passando em volta do posto, o que chamou a atenção. O veículo foi perseguido pela rodovia e interceptado depois de quase quatro quilômetros. Na abordagem, os policiais descobriram que se tratava do grupo que havia 'encomendado o carro'. Eles também acabaram presos.

Foto: RADAR 64  
Carro roubado em Itabuna

Todos foram levados para o plantão central da Polícia Civil em Eunápolis, onde foram ouvidos pelo delegado Alberto Passos de Melo. Ficaram presos Fabiano Santos Souza, 28 anos, morador de Coroa Vermelha e André Carlos do Amparo Carvalho, idade não divulgada, residente em Porto Seguro. A namorada de Fabiano, de 16 anos, foi liberada. O adolescente que roubou o carro em Itabuna também foi liberado, mas o amigo dele, Tawan Vinicius Moraes dos Santos, 20 anos, ficou detido.

Os três foram autuados em flagrante por receptação, formação de quadrilha e corrupção de menores. No caso de Tawan ainda houve um agravante: ele vai responder por roubo.

A polícia também constatou que o Pálio usado pelos receptadores tinha restrição de roubo no município de Serra, no Espírito Santo. Para o delegado, o chefe da quadrilha era o André Carlos, que trabalha com locação e aluguel de carros em Porto Seguro. "Ele e Fabiano já tinham sido presos por roubo, mas pagaram fiança e respondiam pelo crime em liberdade", reforça o delegado.

Foto: RADAR 64 
Veículo usado pelos receptadores que vieram de Porto Seguro

Após a entrega do carro, Tawan e o adolescente pretendiam voltar para Itabuna de ônibus. Eles disseram para o delegado que ganhariam R$ 400,00, cada um, pelo roubo e entrega do carro. Um inquérito está sendo aberto para apurar a atuação do grupo.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018