Beneficiários do Residencial Arnaldão questionam demora na entrega das casas

Coordenadoria de Habitação do município diz que entrave está no Banco do Brasil

Foto: Arquivo
As 1.200 casas do residencial já estão em fase final de vistoria
Por Redação RADAR 64
Publicado em 17/07/2017 às 15h54

ANÚNCIOS

EUNÁPOLIS - Beneficiários do Residencial Arnaldão, no bairro Vista Alegre, em Eunápolis, estão ansiosos para receberem as suas casas. Mas eles temem que a demora na entrega acabe acarretando em prejuízos aos imóveis, que estão fechados. “Já procuramos a Assistência Social e nos explicaram que depende do Banco do Brasil, mas soubemos, por meio da ouvidoria do Ministério das Cidades, que as entregas estavam previstas para junho”, lamenta a cabeleireira Elaine Nascimento Costa.

Elaine conta que não vê a hora de entrar em sua casa. “Tenho dois filhos, estou morando de aluguel. Não entendo porque não entregam logo”, frisa Elaine, revelando que tem outros beneficiários na mesma situação.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS
Construídas por meio do Programa do Governo Federal Minha Casa Minha Vida II, através de financiamento do Banco do Brasil, as 1.200 casas do residencial já estão em fase final de vistoria e de elaboração das documentações para serem entregues.

Segundo a coordenadora do setor de Habitação do município, Neide Amorim, ainda falta ser concluída a vistoria de 36 casas. “Essas vistorias são feitas pela construtora, contratada pelo Banco do Brasil, na companhia do futuro proprietário da casa”, explicou Neide.

A coordenadora esclareceu que após a conclusão das vistorias a documentação ainda precisa passar pelo banco e pelo cartório. “O processo não está parado, as coisas estão em trâmite. A parte da prefeitura está toda ok”, garantiu Neide, explicando que ao município coube o cadastramento dos beneficiários, o encaminhamento de documentações ao banco e o sorteio dos endereços.

Ainda de acordo com coordenadora de habitação, a data da inauguração do residencial é agendada em conjunto com o Ministério das Cidades, Banco do Brasil e município. “Ainda não foi definida uma dada, mas acredito que esteja próxima”, conclui ela. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS