Ciclista morre ao se projetar contra carreta na BR-101 em Eunápolis

Familiares e amigos dizem que ele vinha enfrentando problemas pessoais

Redação RADAR 64
Publicado em 12/02/2018 às 20h06
Foto: ustavo Moreira / RADAR 64  
Acidente aconteceu na BR-101, zona urbana de Eunápolis; polícia trata caso como suicídio

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS

EUNÁPOLIS - Um ciclista morreu por volta das 17h desta segunda-feira (12), ao bater de frente com uma carreta na BR-101, zona urbana de Eunápolis. Depoimentos do motorista e de testemunhas levam a polícia a acreditar que Glécio Barbuda Souza, 44 anos, tenha cometido suicídio.

O caminhoneiro Antônio Gomes, de 50 anos, disse ao RADAR 64 que seguia em direção ao estado do Espírito Santo, quando, em uma subida nas proximidades da antiga passarela, foi surpreendido pelo ciclista.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS
"Ele vinha em sentido contrário e, ao avistar o caminhão, aumentou ainda mais a velocidade, inclinou a cabeça para baixo e se projetou contra a cabine", contou o motorista.

Glécio ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu, mas morreu dentro da ambulância, antes de dar entrada na emergência do Hospital Regional.

Na delegacia de polícia, familiares e amigos ouvidos pela reportagem apontam que Glécio vinha enfrentando problemas pessoais e, ultimamente, estava muito depressivo. "Nos últimos dias notei que ele conversava com pessoas próximas como estivesse se despedindo", afirmou um amigo.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Motorista afirmou que ciclista se jogou em frente ao caminhão

Os policiais rodoviários federais que atenderam a ocorrência disseram que a carreta trafegava por um trecho onde a velocidade é controlada por radar. "O veículo estava pesado, carregado de barro e, dificilmente, estava acima dos 40 quilômetros por hora", frisou um agente da PRF.

Morador do bairro Dinah Borges, Glécio era casado e deixa um casal de filhos adolescentes. O corpo foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal de Eunápolis.

Os dois veículos foram apreendidos e também vão ser periciados. Um inquérito vai ser aberto para apurar o acidente.

WhatsApp do RADAR 64: (73) 98844-0216.
Adicione nosso número e envie vídeo, foto ou apenas o seu relato. Dica importante: grave ou fotografe sempre com o celular na horizontal (deitado). Sua sugestão será apurada por um repórter. Participe!

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018