Publicado em 25/02/2011 às 16h59, atualizado 27/02/2011 às 22h56

Cidades da região se destacam no novo 'Mapa da Violência'

Por A Região

ITABUNA - Itabuna já é a terceira cidade mais violenta do país, segundo o novo Mapa da Violência, feito pelo pesquisador Júlio Jacobo, do Instituto Sangari e do Ministério da Justiça.

O relatório mostrou que, em apenas um ano, o município saltou da 11ª para a 3ª posição, considerado o número de homicídios entre jovens na faixa de 15 a 24 anos em 2008. Foram registrados 92 assassinatos entre esses jovens.

Maceió (AL) lidera o ranking de mortes violentas na mesma faixa etária, seguido pela cidade de Serra (ES). O mapa mostra também em destaque as cidades baianas de Simões Filho em 5º, Lauro de Freitas, em 9º e Porto Seguro em 14º.

Já Salvador aparece em 21º e Eunápolis em 22º lugar. Ilhéus ocupa a 61º colocação na relação das mais violentas para jovens de 15 a 24 anos. A posição de Itabuna fica “menos pior” quando comparados os dados envolvendo todas as faixas etárias.

Neste caso, a cidade se situa como a 13ª mais violenta do país. Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, é a segunda mais violenta do Brasil. Lauro de Freitas aparece na 16ª colocação, seguida por Porto Seguro na 17ª. 

Eunápolis vem na 24ª posição. Itabuna, Porto e Eunápolis estão situadas na região sul da Bahia. Simões Filho e Lauro de Freitas na região metropolitana. 

O autor do estudo diz que ocorre uma desconcentração da violência das regiões mais ricas do país para o Nordeste. Segundo ele, o nordeste enfrenta uma maré positiva de geração de emprego e renda, mas não tem estrutura de segurança pública.

 
AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RADAR64 2007 - 2014

Mensagem enviada com sucesso!

Sua mensagem foi enviada ao RADAR 64 e responderemos a ela o mais breve possível.

O RADAR 64 agradece o contato,

Logo RADAR64

Caro visitante,

Nós do RADAR 64, disponibilizamos este canal de comunicação direto entre você e a nossa redação para atendê-lo da melhor forma possível.

Suas dúvidas, críticas e sugestões são elementos importantes para o aperfeiçoamento e qualidade do nosso portal de notícias.

Preencha o formulário desta página ou entre em contato através das opções descritas abaixo.