Corpo encontrado em praia era de adolescente de Eunápolis

Ele e a mãe foram passar o feriado de 1º de janeiro na cidade de Porto Seguro

Redação RADAR 64
Publicado em 03/01/2019 às 11h04
Foto: Internauta / RADAR 64 
Perícia constatou que a causa da morte foi um traumatismo craniano

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
PORTO SEGURO - O jovem encontrado morto perto da praia da Ponte Grande, na orla norte de Porto Seguro, na manhã desta quinta-feira (03), foi reconhecido pela mãe. Nadson Gabriel Borges Mattos, 16 anos, que estava desaparecido desde terça-feira, 1º de janeiro, morava em Eunápolis.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

A perícia constatou que a causa da morte foi um traumatismo craniano, provocado por um objeto contundente. O corpo estava em uma área de vegetação, perto da aldeia indígena Novos Guerreiros e a poucos metros da BR-367. O local é deserto.

Galeria de Fotos

Mãe e filho passaram a virada de ano em uma igreja evangélica no bairro Pequi, em Eunápolis. No dia seguinte, eles foram para Porto Seguro, onde ficaram o dia inteiro na praia.

No início da noite, ainda em Porto Seguro, Nadson foi comprar um hambúrguer em uma praça no bairro Mirante. Imagens de câmeras de segurança mostram o jovem chegando e saindo sozinho do local. Desde então, ele não foi mais visto.

Foto: Reprodução / rede social 
Nadson foi morto com pancada na cabeça em praia na região da Ponta Grande, em Porto Seguro

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Na manhã desta quinta-feira, a mãe já havia ido ao Instituto Médico Legal (IML), em Porto Seguro, saber se havia algum corpo que pudesse ser do seu filho. "Quando um agente viu o corpo na praia, notou uma tatuagem no braço com o nome de uma mulher, a mesma que esteve mais cedo no IML em busca de informações", disse um policial ao RADAR 64.

Segundo a mãe contou para a polícia, Nadson era usuário de drogas, mas atualmente estava recebendo tratamento em uma clínica de reabilitação. Ele também nunca havia sido apreendido por ato infracional.

No local do crime, os peritos não encontraram o objeto usado pelo assassino, provavelmente um pedaço de madeira. “Não há uma motivação, um suspeito, nada”, disse um familiar. A polícia vai abrir inquérito para apurar o crime.

WhatsApp do RADAR 64: (73) 98844-0216.
Adicione nosso número e envie vídeo, foto ou apenas o seu relato. Dica importante: grave ou fotografe sempre com o celular na horizontal (deitado). Sua sugestão será apurada por um repórter. Participe!

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018
Corpo encontrado em praia era de adolescente de Eunápolis

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.