Dia do Índio é visto como momento de reflexão pelas comunidades indígenas da região

Índígenas ainda lutam pelo reconhecimento de seu território

Por Maria Eduarda Toralles / RADAR 64
Publicado em 19/04/2017 às 10h19
Foto: João Cordeiro
Índígenas ainda lutam pelo reconhecimento de seu território

ANÚNCIOS

PORTO SEGURO - “Para nós não é uma data festiva, mas, este ano, deixamos um pouco a tristeza e estamos aproveitando para fazer uma reflexão sobre a situação dos povos indígenas”. Desta forma o cacique Siratã, da aldeia indígena Pataxó da Jaqueira, em Porto Seguro, definiu o que representa o 19 de abril, Dia do Índio, para a sua comunidade.

Galeria de Fotos

Siratã informou que a partir desta quarta-feira (19) a aldeia da Jaqueira estará sediando a 9ª edição dos jogos indígenas Pataxó e que este momento será importante para a troca de experiências entre diferentes comunidades indígenas. “Mais de 10 etnias estarão participando dos jogos. Vamos aproveitar esse momento para fazer uma troca de conhecimentos”, avaliou o cacique, informando que já chegaram a Porto Seguro índios das etnias Caiapós (do Pará), Kernak (de Minas Gerais) e Fulni-ô (de Pernambuco).

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS
CONQUISTAS - O cacique revelou que os jogos indígenas, muito além de ser uma competição, representam um momento para que as comunidades possam celebrar as suas culturas. “É o momento para mostrarmos que apesar de tudo que sofremos conseguimos preservar a nossa cultura, os nossos rituais, os nossos adereços, as nossas pinturas e a nossa língua”, destacou ele, avaliando ainda que uma das grandes conquistas para as comunidades indígenas têm sido o reconhecimento e o respeito as suas tradições. “Hoje já somos visto como iguais pelos brancos”.

Foto: João Cordeiro
Dia do Índio é visto como momento de reflexão pelas comunidades indígenas da região

LUTAS – Siratã revelou que apesar das conquistas em relação ao respeito às comunidades, os indígenas ainda lutam pelo reconhecimento de seu território. “Nossa grande luta ainda é pela demarcação de nosso território”, concluiu o cacique.

Só na Bahia hoje vivem mais de 25 mil índios, espalhados em 32 aldeias indígenas da etnia Pataxó.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dia do Índio é visto como momento de reflexão pelas comunidades indígenas da região

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.