Vereador diz que servidor público o ameaçou com faca durante sessão da câmara

Vídeo mostra servidor público sacando objeto semelhante a canivete do bolso

Redação RADAR 64
Publicado em 08/11/2018 às 08h18
Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64  
Segundo o vereador Misael, servidor público o ameaçou com canivete durante a sessão da câmara

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
GUARATINGA - O vereador Misael Gregório da Silva (PV), de Guaratinga, registrou uma ocorrência policial contra um servidor público municipal, que teria tentado lhe agredir com uma faca, na manhã desta quarta-feira (07), durante uma sessão da câmara.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Misael afirmou ao RADAR 64 que estava fazendo seu pronunciamento na tribuna, quando o acusado, Alexandro Amaral Soares, começou a insultá-lo. “Já é a terceira vez que esse cidadão vai à câmara durante as sessões com o objetivo de tumultuar. O estranho é que ele é funcionário público e comparece às sessões em horário de trabalho, com o único objetivo de tentar impedir que não sejam protocoladas denúncias contra a prefeitura”, disse o vereador.

Misael contou que, nesta quarta, ao ser insultado, resolveu cobrar uma explicação do servidor público, momento em que se formou uma confusão no plenário da câmara.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Em um vídeo que circula nas redes sociais, gravado no momento do tumulto, é possível ver os demais vereadores tentando conter Misael, que partiu em direção ao servidor público. Nas imagens, o acusado aparece em pé, quase na porta de saída do prédio.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Servidor público Alexandro teria apenas retirado uma caneta do bolso e não uma faca, afirma presidente da câmara

As imagens mostraram ainda quando o servidor público saca, do bolso da calça, um objeto semelhante a um canivete e o abre. “Era uma faca, estilo canivete”, declarou Misael.

O vereador denunciou que, um dia antes, havia recebido áudios que circularam em um grupo de um aplicativo de mensagens, onde o acusado diz que iria para câmara mostrar como se bate em vereador e que iria levar junto o “Fausto”, que é um modelo de canivete.

PRESIDENTE NEGA AMEAÇA - O presidente da Câmara de Guaratinga, vereador Jadel Galvão Vaz (PROS), informou que não houve qualquer tipo de ameaça da parte do servidor público contra o vereador Misael. “Eles começaram a discutir e eu pedi para o cidadão se retirar do ambiente. Aí, ele puxou do bolso uma caneta. Não era uma faca, era uma caneta”, garantiu.

Jadel informou ainda que encaminhou um ofício para a Polícia Militar esclarecendo o caso. A Prefeitura de Guaratinga ainda não se manifestou sobre as denúncias. A reportagem também não conseguiu ouvir, até o momento, o servidor público.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018