Ex-prefeito e ex-secretários são conduzidos coercitivamente para depor na delegacia de Eunápolis

Operação também resultou na apreensão de documentos e bens do poder público na casa dos acusados

.
Por Eduarda Toralles / Redação RADAR 64
Publicado em 17/05/2017 às 10h04

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS

ITAGIMIRIM - A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quarta-feira (17) oito mandados de busca e apreensão e condução coercitiva no município de Itagimirim. Os mandados foram cumpridos na casa de ex-secretários municipais e do ex-prefeito Rogério Andrade (PP), de 44 anos, nos municípios de Itagimirim, Itapebi, Santa Cruz Cabrália e zona rural de Belmonte.

Galeria de Fotos

Segundo o coordenador da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (23ª Coorpin), delegado Moisés Damasceno, a operação foi deflagrada a pedido do Ministério Público Estadual, por meio do promotor de justiça Helber Luiz Batista. “A operação teve o objetivo de apreender documentos, objetos, bens do poder público que teriam sido levados pelo ex-prefeito e pelos ex-secretários”, explicou o Damasceno.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIOS
Ainda segundo Damasceno, são apontadas ainda nas investigações uma série de condutas de improbidade como falta de prestação de contas ao Tribunal de Cotas do Estado, ausência de portarias de nomeações e de pastas de processos de pagamentos de servidores municipais.

Os mandados foram cumpridos nas casas dos ex-secretários em Itagimirim, na fazenda do ex-prefeito, na zona rural de Belmonte, e em uma casa do ex-prefeito no município de Santa Cruz Cabrália.

Além do ex-prefeito Rogério Andrade, também foram conduzidos à delegacia de Eunápolis para serem ouvidos o atual secretário de Educação, Rafael Amaral, de 36 anos, e mais três ex-secretários da última gestão, dentre eles o ex-secretário de Saúde, Sérgio Murilo Menezes, de 55 anos; Rilson Neris Miranda, de 45 anos; e o ex-secretário de Administração e Finanças, Wesley José Gonçalves, de 36 anos.

Foto: Gustavo Moreira/RADAR 64  
Delegado Moisés Damasceno comandou a operação

A operação resultou ainda na apreensão de vários documentos da prefeitura municipal, como autorizações de pagamentos, entre outros, além de uma cadeira, uma espingarda calibre 12, munições e um armário, que seriam da prefeitura e foram levados pelo ex-gestor municipal e pelos ex-secretários no final do mandato.

O delegado Moisés Damasceno informou que será feita a análise do farto material apreendido para avaliar se há materialidade para flagrantear os envolvidos conduzidos a delegacia.  

PÁGINA SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ex-prefeito e ex-secretários são conduzidos coercitivamente para depor na delegacia de Eunápolis

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.