Guto Jones assume Secretaria de Turismo de Cabrália

Apesar das ofertas, o turismo foi pouco trabalhado

Por Luiz Marcos Fernandes / Mercado & Eventos
Publicado em 06/01/2017 às 11h30
Foto:  Luiz Marcos Fernandes
Guto Jones deixa Porto Seguro e assume o turismo de Cabrália

Com mais de 20 anos dedicados ao setor de turismo na Bahia, Guto Jones foi o escolhido, pelo prefeito eleito Agnelo Júnior, para ser o novo Secretário de Turismo em Santa Cruz Cabrália. Segundo Jones, turismo de Cabrália, com muito empenho, pode se tornar o “carro chefe” do município: “Um destino promissor, mas que precisa de um grande investimento, trabalho e dedicação”.

Guto Jones iniciou no turismo em 1996 como guia da Soletur. Na Prefeitura de Porto Seguro, Jones começou realizando eventos em meados de 2004, quando alavancou profissionalmente e em 2010, foi convidado pelo então prefeito Gilberto Abade, a ficar com a pasta de turismo. E ele não parou por aí. O degrau seguinte foi a Bahiatursa, onde assumiu o cargo de Gerente Regional em 2014. Em 2015, a convite de Humberto Nascimento, vice-prefeito de Porto Seguro, retornou para assumiu a função de assessor especial.

Em Santa Cruz Cabrália há um leque de opções para um público variado. O turismo de aventura, étnico-cultural, gastronômico, turismo esportivo, sol e praia e turismo histórico, são algumas dessas opções. Coroa Vermelha, a “porta de entrada” da cidade, é um dos lugares mais visitados na Costa do Descobrimento. Marco da 1ª e 2ª missa celebrada no Brasil, além de ser um ponto histórico, é ideal para famílias devido às suas praias de águas calmas e mornas. Cabrália é história e parte da identidade de um povo!

“Fiquei lisonjeado quando convidado para ser secretário aqui em Cabrália. Conheço bem essa região desde a época em que fui guia de turismo da Soletur. Sempre fui muito bem recebido aqui; e a indicação veio do trade. Cabrália é um desafio muito grande. Apesar das ofertas, o turismo foi pouco trabalhado, mesmo depois que a Alemanha ficou hospedada aqui durante a Copa do Mundo Brasil 2014. A cidade virou um local de destino induzido de Porto Seguro, ou seja, o turista passa por aqui, faz os passeios e retorna para Porto Seguro; não é um local de permanência. E é esse quadro que pretendemos mudar. Temos que posicionar o destino como produto turístico no mercado,” conclui o novo Secretário.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS