Morto em acidente com ônibus pode ser pedreiro, diz família

Homem morreu carbonizado ao bater em ônibus escolar

Redação RADAR 64
Publicado em 09/08/2018 às 11h09
Foto: RADAR 64 
Família foi ao local do acidente na manhã desta quinta-feira e reconheceu placa da moto utilizada por Josenílson

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

PORTO SEGURO - A família do pedreiro Josenílson Souza, 38 anos, acredita que tenha sido ele o motociclista que morreu carbonizado ao bater de frente com um ônibus escolar, em Porto Seguro. O acidente, que ocorreu no início da noite de quarta-feira (08), no semianel viário, provocou o incêndio dos dois veículos. As 30 crianças que estavam no escolar não ficaram feridas. O motorista também não se machucou.

A suspeita da família é alimentada pelo fato de Josenílson ainda não ter chegado em casa e por sempre fazer o mesmo trajeto na volta do trabalho. "Ainda tínhamos esperança de Josenílson estar vivo, mas hoje de manhã fomos ao local do acidente e identificamos a placa da moto como sendo dele", afirmou uma prima ao RADAR 64.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Como o corpo ficou completamente carbonizado, é provável que a identificação só seja possível por meio de exame de DNA ou da arcada dentária. Os fragmentos do corpo estão no Departamento de Polícia Técnica.

Foto: Arquivo pessoal 
Família acredita que Josenílson tenha morrido no acidente da noite de quarta no semianal viário

Por volta das 10h30 da manhã desta quinta-feira (09), a família já estava na delegacia, aguardando ser ouvida pelo delegado Marcelo Paiva, titular da 1ª Delegacia Territorial.

"Ele tem uma filha de nove anos. A mulher, que está grávida, passou mal quando soube da notícia e precisou ser hospitalizada", finalizou a prima.

A polícia ainda investiga as causas do acidente, mas, conforme testemunhas, o motociclista se desequilibrou e invadiu a contramão ao ser atingido por outra moto.

WhatsApp do RADAR 64: (73) 98844-0216.
Adicione nosso número e envie vídeo, foto ou apenas o seu relato. Dica importante: grave ou fotografe sempre com o celular na horizontal (deitado). Sua sugestão será apurada por um repórter. Participe!

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018