Eunápolis: Indústria de celulose tem redução recorde no uso de água

Meta é reduzir o uso de água nas operações industriais em 10% até 2020

Da Ascom / Veracel
Publicado em 30/01/2019 às 16h22
Foto: Divulgação 
Rio Jequitinhonha, de onde é captada a água para as operações da Veracel

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
EUNÁPOLIS - Um projeto que tem demonstrado bons resultados na redução do uso de água vem sendo desenvolvido pela área de Controle Ambiental da Veracel Celulose, em Eunápolis. A empresa adota uma política de uso racional de recursos hídricos nos processos industriais, buscando reduzir a utilização de água em suas operações.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Graças a esse projeto, em 2018, a Veracel Celulose alcançou o seu melhor resultado, batendo o recorde interno de utilização da água. Foram 23,6 metros cúbicos de água para cada tonelada de celulose produzida. Anteriormente, a melhor marca anual havia sido 25 metros cúbicos para cada tonelada produzida. Com o aprimoramento dos processos registrados no último ano, houve redução de 5,6% no uso especifico de água dessa atividade.

Segundo o coordenador de Controle Ambiental da empresa, Tarciso Matos, o resultado é fruto da capacidade de interação entre as equipes de meio ambiente, operação, manutenção e engenharia. “Quando trabalhamos juntos e de forma cooperativa, alcançamos um resultado muito maior”, afirmou Matos. Ele destacou ainda que as ações implementadas tiveram baixo custo para a unidade e trouxeram um retorno financeiro significativo com a economia de água.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
O coordenador explica que as soluções para melhorar a gestão do recurso natural nos processos industriais da Veracel tiveram foco na eliminação dos transbordos de água dos tanques e no reuso da água de selagem das bombas. Foram implementadas lógicas de controle de nível nos tanques, criado alarmes nos painéis de controle, realizadas pequenas modificações estruturais nas tubulações e desenvolvidas ferramentas de acompanhamento e gestão diária do uso de água.

Foto: Divulgação 
Rio Jequitinhonha, de onde é captada a água para as operações da Veracel

De acordo com o diretor Industrial da Veracel, Ari Medeiros, foram estabelecidas metas para reduzir em 10% o uso específico de água da fábrica até 2020, tendo como objetivo alcançar um uso inferior a 22,5 metros cúbicos de água por tonelada de celulose. Para 2019, a meta de uso de água é 23 metros cúbicos/tonelada. “Portanto, temos um novo desafio para nos motivar, que é totalmente possível e depende mais uma vez da interação de cada um de nós”, concluiu Medeiros.

Conforme o Relatório de Sustentabilidade da Veracel Celulose divulgado anualmente, além do plano de ação para reduzir o uso de água, a empresa tem uma rotina de monitoramento do Rio Jequitinhonha, de onde é captada a água para suas operações. Nesse processo, é avaliada periodicamente a qualidade do recurso hídrico, antes e depois do ponto de lançamento de efluentes tratados.

Ainda de acordo com o relatório, a captação de água utilizada nas operações industriais e florestais da empresa está abaixo do limite que é permitido pela outorga da Agência Nacional de Águas (ANA).

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018