Presídio de Eunápolis

Presídio: Laudo indica que Saulo morreu por estrangulamento e asfixia

Publicado em 02 / 01 / 2014 às 00h07
Compartilhe
Por Redação RADAR 64
Foto: Gustavo Moreira/RADAR 64
Departamento de Polícia Técnica entrar no presídio para fazer perícia
PUBLICIDADE

O detento Saulo Soares de Melo, 30 anos, foi encontrado enforcado dentro de uma cela no presídio de Eunápolis, na tarde de terça-feira (31). O corpo foi liberado do Instituto Médico Legal na manhã desta quinta-feira (2).

[relac] De acordo com laudo do médico legista, Saulo morreu por volta das 11h da manhã, por estrangulamento e asfixia. A principal suspeita é que o detento tenha sido assassinado, o que está sendo investigando pela polícia.

Um familiar do presidiário, que não quis se identificar, afirmou que durante a visita do último domingo Saulo lhe disse que estava sendo ameaçado de morte e pediu que a família agilizasse sua transferência para outra unidade penal. Ainda de acordo com o parente, Saulo estaria sozinho em uma cela. A família acredita em assassinato e pede que a polícia esclareça a morte.

Na portaria do presídio, um agente carcerário informou que não estava autorizado a dar qualquer informação sobre o assunto. A Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar a morte.

Suspeito de matar Thiago Heleno

Saulo preso em 2009 sob a acusação de ter matado um funcionário da Veracel em assalto

Saulo era acusado de crimes como tráfico de drogas e assassinatos em Eunápolis e em uma cidade do Espírito Santo.

Entre os crimes atribuídos a Saulo está a morte do técnico químico Thiago Heleno Oliveira Faria, 26 anos, em agosto de 2009 no centro de Eunápolis. A vítima trabalhava em uma empresa terceirizada da Veracel e pode ter reagido a um assalto quando guardava o carro na garagem.

De acordo com familiares, Saulo deixa cinco filhos, dois deles com a traficante Daiane Lima Fernandes, a 'Lady Day', morta aos 25 anos, em outubro do ano passado, nas proximidades da Feira do Bueiro.

PUBLICIDADE
 
AVISO: O conteúdo de cada comentário nesta página é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Leia termos de uso

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

PUBLICIDADE