Publicado em 25/05/2010 às 13h00, atualizado 13/02/2011 às 02h20

Maníaco conta como estuprou e matou criança de 9 anos

Por Hugo Santos

EUNÁPOLIS - A Polícia Civil de Eunápolis desvendou, em menos de 18 horas, o estupro, seguido de morte, de Ana Manoela Marques Santos, 9 anos, matando a sede de justiça da comunidade regional, que ficou chocada com o bárbaro crime.

Galeria de Fotos

Desaparecida desde a tarde de sábado (22), o corpo da criança foi encontrado no começo da noite de segunda-feira (24), em um matagal, nas proximidades do bairro Urbis II.

Na manhã desta terça-feira (25), o suspeito, Erasmo dos Santos Gonçalves, 31 anos, que tinha sido preso no domingo pela polícia militar, mas, até então, negava o delito, foi levado ao loteamento Globo.

Os delegados Evy Paternostro e Rodolfo Faro, bem como os investigadores José Raimundo e George Muller, queriam saber onde Erasmo jogou o celular de Ana Manoela, uma vez que esta manhã ele resolveu confessar o crime espontaneamente, com riqueza de detalhes, e inclusive indicou onde jogou o celular da vítima.

Foi um trabalho exaustivo. Uma vasta área de matagal foi vasculhada, com apoio de funcionários da prefeitura, que cortaram toda a vegetação. Foi usado também um detector de metal. Por volta do meio dia, o celular foi localizado.

Para o delegado Rodolfo Faro, o achado é importante porque confirma a confissão realizada por Erasmo, de que o celular estaria no local do crime. 

‘Só a pessoa que cometeu esse delito teria condições de informar o verdadeiro local onde o aparelho poderia ser encontrado’, frisa Rodolfo, que deu o caso por acabado. O delegado agora vai concluir o inquérito policial e o despachar para a justiça, indiciando Erasmo por estupro e homicídio qualificado.

Foto: RADAR64 
Erasmo foi levado ao local do crime para mostrar onde jogou o telefone celular da vítima
Em entrevista ao RADAR64, o criminoso contou que raptou Ana Manoela na Rua da Linha, no Moisés Reis, e a levou na garupa de sua bicicleta ao loteamento. ‘Eu a levei para debaixo daquela árvore, a estuprei e depois a matei com duas pedradas na cabeça, contou Erasmo, com bastante tranquilidade.

Ainda de acordo com o assassino, Ana Manoela foi deixada no local, se debatendo, e o celular foi jogado na capoeira. ‘Fui pra casa, por volta das 18h, tomei banho e depois fui jantar na casa de uma menina no Moisés Reis’, falou.

Indagado pela reportagem porque foi tão violento com a criança, Erasmo falou que não estava normal e que só podia estar possuído pelo demônio.

‘Ela não tentou se defender, pois era uma criança indefesa’, frisa o criminoso, que disse que tem dois filhos, de 10 e 12, que moravam com a mãe e com a avó em Medeiros Neto. ‘Não gostaria que isso acontecesse com eles’.

- O celular da vítima é esse aí, indaga o delegado regional Evy Paternostro.
- É esse aí, responde Erasmo.
- Foi você que jogou após o crime, prossegue Evy.
- Isso, diz Erasmo.

Erasmo estava em liberdade desde o dia 21 de setembro do ano passado. Ele respondia a processos por estupro, assassinato e furto, mas negou a violência sexual, que teria sido cometida contra uma adolescente em 2006 no Dinah Borges. No entanto, admite o furto de uma faca no supermercado Chame-Chame e o assassinato de um homem em Canavieiras. ‘Tão dizendo que eu bebi o sangue deste último, mas isso não aconteceu’.

 

 
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

Newsletter RADAR 64
Receba nossas notícias por e-mail
Aceito receber e-mails do RADAR 64 e parceiros
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Você já receberá nosso próximo envio.
Clique aqui se quiser cadastrar mais um e-mail.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RADAR64 2007 - 2014

Notícias Relacionadas

Mensagem enviada com sucesso!

Sua mensagem foi enviada ao RADAR 64 e responderemos a ela o mais breve possível.

O RADAR 64 agradece o contato,

Logo RADAR64

Caro visitante,

Nós do RADAR 64, disponibilizamos este canal de comunicação direto entre você e a nossa redação para atendê-lo da melhor forma possível.

Suas dúvidas, críticas e sugestões são elementos importantes para o aperfeiçoamento e qualidade do nosso portal de notícias.

Preencha o formulário desta página ou entre em contato através das opções descritas abaixo.