INCRA pede rapidez nas investigações de assassinato de trabalhadores rurais

Casal foi encontrado morto no último sábado; Suspeita inicial é de latrocínio

Foto: Internauta / RADAR 64, por meio do WhatsApp
Por Redação RADAR 64
Publicado em 19/06/2017 às 12h02
Foto: Internauta / RADAR 64, por meio do WhatsApp 
Polícia suspeita que casal tenha sido vítima de roubo seguido de morte

ANÚNCIOS

EUNÁPOLIS - Em nota divulgada no fim da manhã desta segunda-feira (19), a superintendência regional do INCRA na Bahia lamentou o assassinato de um casal de trabalhadores rurais no município de Eunápolis.

Os corpos de Belizário Ramalho Rocha, 43 anos e Valdineia Bonfim Rocha, de 24, que eram tesoureiros do acampamento Catarina Galindo, na região da Platina, foram encontrados em uma cova rasa no último sábado.

Ainda de acordo com a informação, a regional baiana oficiará a Polícia Civil ainda nesta segunda, solicitando informações sobre o crime, que também será relatado na Delegacia Agrária do estado, embora, até o momento, as investigações apontem para latrocínio – quando o roubo é seguido de morte.

ANÚNCIOS
“O INCRA baiano aguarda o fim das investigações pelos órgãos do sistema de justiça e a devida responsabilização dos culpados”, diz o comunicado distribuído para a imprensa.  

INVESTIGAÇÃO - Segundo o delegado Moisés Damasceno, uma das linhas de investigação é de latrocínio, porque os dedos anelares - onde estavam as alianças, foram arrancados. Além disso, a moto, os celulares e o dinheiro junto aos associados do acampamento foram roubados.

No sábado, segundo o delegado Moisés Damasceno, um adolescente suspeito de envolvimento no duplo homicídio foi ouvido na delegacia de Eunápolis, mas acabou liberado, pois a polícia não encontrou nenhum indício que o ligasse ao crime.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS