Museu das cadeiras faz renascer história de Belmonte

É a única cidade do interior do país a ter museu dedicado ao design de móveis

Redação RADAR 64, com informações do A Gazeta do Povo e Correio
Publicado em 19/12/2018 às 09h30
Foto: Fernando Rezende/Divulgação 
Museu das Cadeiras Brasileiras em Belmonte foi criado pelo designer Zanini de Zanine

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
BELMONTE - A um ano de seu centenário, Belmonte, na Costa do Descobrimento, vai entrar definitivamente nos anais da arquitetura e design brasileiros.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pequena cidade, que foi importante durante o ciclo do cacau, mas longe de ser um grande destino turístico, passa ser a única do interior do país a ter um museu dedicado ao design de móveis.

O Museu das Cadeiras Brasileiras, pré-inaugurado em novembro, vai funcionar em um casarão tombado, onde nasceu José Zanine Caldas, um dos maiores expoentes do modernismo brasileiro, aclamado como mestre da madeira.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
A ideia partiu de seu filho, o também designer Zanini de Zanine, junto do empresário Daniel Katz.

De acordo com Zanini, o museu já recebeu 60 cadeiras dos mais badalados designers brasileiros, como Humberto Campana, Paulo Alves, Carlos Vergara, dentre outros.

Foto: Fernando Rezende/Divulgação 
Museu das Cadeiras Brasileiras e o designer Zanini de Zanine

O museu, que está sendo preparado para abrir oficialmente em 2019, ganhou projeto do renomado arquiteto paulistano Marcio Kogan e vai abrigar, também, o acervo de José Zanine, que inclui desenhos, peças de mobiliário, fotografias, maquetes e filmes.

A ideia de Zanini de Zanine é transformar o espaço em centro de referência para estudantes e profissionais de arquitetura e design, além de endereço da produção do design brasileiro.

“Estamos treinando os monitores e desenvolvendo uma grade de cursos e residências artísticas com o objetivo de fomentar a produção do nosso design”, disse.

Belmonte volta a ser destaque no cenário artístico, não exatamente pelo seu belo patrimônio  arquitetônico, mas por se lançar com o desafio de ter o maior acervo do tipo no país.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018