'Não há desculpa pra falta de exercícios', diz educador físico em Eunápolis

300 mil pessoas morrem por ano no Brasil em decorrência de sedentarismo.

Redação RADAR 64
Publicado em 03/10/2018 às 08h21

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
EUNÁPOLIS - Índices recentes revelaram uma constatação alarmante: mais de 100 milhões de brasileiros não fazem exercícios físicos. Esta população representa 62,1% do universo de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Graduado em educação em física, Wesley Guimarães acredita que o primeiro tabu a ser quebrado é a ideia de que atividade física e alimentação são somente para estética.

Atualmente trabalhado em uma academia de Eunápolis, ele diz que o principal motivo relatado por 38,2% dos entrevistados que não se dedicam a uma atividade física é a falta de tempo livre.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Educardo físico Wesley Guimarães: principal motivo alegado por quem foge de exerícios é falta de tempo

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
Além da perda na qualidade de vida, o sedentarismo favorece problemas graves de saúde como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. O conceito de que combater o sedentarismo seja uma forma de viver mais e melhor é realidade dentre os especialistas da área.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64  
Em Eunápolis, mulheres treinam em praça no Vivendas Costa Azul

Hoje em dia é possível treinar muito bem e em qualquer ambiente (como praças e parques, academias).

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que 300 mil pessoas morrem por ano no Brasil em decorrência de doenças relacionadas ao sedentarismo.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018