Palestra-show de Bráulio Bessa motiva empreendedores em Eunápolis

Ele contrariou discurso de que palestras são chatas e entediantes

Redação RADAR 64
Publicado em 22/11/2018 às 12h40

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
EUNÁPOLIS - A poesia popular teve como tema o empreendedorismo na palestra-show “Um jeito arretado de empreender”, do poeta cearense Bráulio Bessa. Contrariando o discurso de que "palestras são chatas e entediantes", ele mostrou, na noite de quarta-feira (21), no auditório do Hotel Portal, em Eunápolis, que uma palestra é também um espetáculo.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Primeiro, deixando claro que a cabeça é chata, mas a palestra não. Eu ouvia muita história que palestra era chata, cansativa. Quando vi 1.500 pessoas em minha primeira palestra, eu disse: eu tenho que segurar esse povo. E para não ser chato, é só ser verdadeiro, humano, falar com muita verdade. É o que eu faço”, afirma.

A apresentação contou a história do matuto sonhador do interior do Ceará que, sem precisar abandonar o sertão, criou o maior movimento virtual de divulgação da cultura nordestina. Seus vídeos com declamações já ultrapassaram 200 milhões de visualizações.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
"Sempre tive muita convicção que eu fazia algo verdadeiro, humano e que se chegasse até as pessoas a coisa ia acontecer. A minha poesia está onde está por causa do povo. Não é por mim. Eu fui muito abençoado, ao resolver, em 2011, usar as redes sociais para difundir poesia popular nordestina, literatura de cordel. E o povo abraçou”, diz.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Bráulio Bessa reuniu poesia de cordel, causos da sabedoria popular e, principalmente, o humor cearense

Na palestra, Bráulio Bessa reuniu poesia de cordel, causos da sabedoria popular e, principalmente, o humor cearense aliados à motivação, empreendedorismo e ao instinto batalhador e sonhador, que para o palestrante está contido em cada um.

Cearense de Alto Santo, poeta desde os 14 anos, Bráulio Bessa e sua poesia é propagada para um número incalculável de pessoas desde que integra o elenco do programa “Encontro”, da TV Globo, com o quadro "Poesia com rapadura", que também deu nome ao seu primeiro livro.

"Eu dou uma de gaiato. Entro na casa do povo sem pedir nem licença, mas eu fico muito tranquilo e muito grato, por receber muito carinho e pela oportunidade de entrar na casa das pessoas e dizer coisas boas, com mensagem sempre de esperança, de fé, de força, que possa ter um sentido de cura. Eu sempre digo: eu faço poesia como quem abraça as pessoas. Eu fico muito feliz em toda sexta-feira estar abraçando um monte de gente neste país".

Para finalizar, Bráulio Bessa deixou uma poesia em forma de verso para o empreendedor do interior do Nordeste.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Bráulio contrariou discurso de que palestras são chatas e entediantes

"Eu sou do interior e primeiro: que ninguém confunda interior com inferior. Nós não somos inferiores a ninguém. E tem um poema meu que diz: 'O meu ou o seu caminho não são muito diferentes. Tem espinhos, pedras, buracos para 'mode' atrasar a gente. Não desanime por nada, pois até uma topada empurra você pra frente".

A palestra foi promovida por meio de uma parceria entre o SEBRAE e a CDL Eunápolis.

"No momento que o país atravessa uma transição de governo e de crise econômica, quanto mais o SEBRAE e a CDL estiveram próximos da micro e pequena empresa, mas fácil vai ser para que elas superarem esse momento de crise. E o Bráulio Bessa vem trazendo seu case, sua experiência de empreendedor social", disse o gerente regional do SEBRAE, Alex Brito.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018