Publicado em 03/01/2008 às 23h09, atualizado 04/01/2008 às 12h42

Tatuagem de henna: Caso grave em Porto Seguro

Por Hugo Santos

Foto: O SolloPORTO SEGURO - Um turista de 23 anos, que preferiu não se identificar, procurou a redação do jornal O Sollo, de Porto Seguro, para denunciar que foi mais uma vítima dos tatuadores de hena.

Ele informou que estava em uma praia da cidade, em companhia de alguns amigos, quando foi convencido por um ambulante, ainda não identificado, a fazer a tatuagem provisória.

O resultado foi devastador. Após ter o produto aplicado em suas costas, o rapaz sofreu uma reação tóxica em sua pele, o que resultou numa queimadura química, acompanhada de uma grave infecção. Ele teve febre alta, precisou ser internado com urgência num hospital e agora está se tratando a base de antibióticos.

Tatuadores incomodam o turista

Foto: Hugo SantosO Radar64 apurou que atividade dos tatuadores ambulantes é bastante disseminada ao longo da orla e na Passarela do Álcool, o "point" de agito no centro portosegurense.

Há quase três anos, a Secretaria de Saúde de Porto Seguro chegou a baixar uma portaria proibindo a atividade. Na época, pelo menos 60 pessoas buscaram atendimento em postos de saúde com irritações ou manchas na pele.

Em comum, todas foram tatuadas com o que seria henna - que, em estado natural, é uma tintura extraída da casca e folhas de um arbusto comum no Oriente.

Tinturas para cabelo chegaram a ser apreendidas com três tatuadores. O uso desse tipo de tinta deve ter provocado as reações alérgicas.

No site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o Radar64 encontrou a informação de que no Brasil não existe regulamentação para uso de henna em tatuagens, mas apenas para a composição de tinturas para cabelo.

Levantamento da prefeitura de Porto Seguro aponta cerca de 200 tatuadores no município. O preço da tatuagem varia de acordo com o tipo e tamanho do símbolo e pode ir de R$ 5 a R$ 30. A figura pode ficar sobre a pele por até 15 dias, caso seja retocada - normalmente são dez dias, em média.

Diego Nunes da Rocha, administrador de uma barraca na praia de Taperapuan, disse que os tatuadores incomodam o turista. "Chegam riscando o corpo e acabam obrigando o visitante a fazer o desenho", desabafa.

PUBLICIDADE
 
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

Newsletter RADAR 64
Receba nossas notícias por e-mail
Aceito receber e-mails do RADAR 64 e parceiros
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Você já receberá nosso próximo envio.
Clique aqui se quiser cadastrar mais um e-mail.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
RADAR64 2007 - 2014

Mensagem enviada com sucesso!

Sua mensagem foi enviada ao RADAR 64 e responderemos a ela o mais breve possível.

O RADAR 64 agradece o contato,

Logo RADAR64

Caro visitante,

Nós do RADAR 64, disponibilizamos este canal de comunicação direto entre você e a nossa redação para atendê-lo da melhor forma possível.

Suas dúvidas, críticas e sugestões são elementos importantes para o aperfeiçoamento e qualidade do nosso portal de notícias.

Preencha o formulário desta página ou entre em contato através das opções descritas abaixo.