Cinco pessoas da mesma família são mortas na BR-101; grávida estava entre vítimas

Acusado de chacina em 2012, ele havia saído de presídio há poucas horas

Redação, com informações do G1 e do Bahia Notícias
Publicado em 17/01/2018 às 08h26
Foto: Liberdade News 
Todos os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
MUCURI - Cinco pessoas de uma mesma família foram assassinadas na BR-101, na noite dessa terça-feira (16). O crime ocorreu por volta das 18h40, no trecho de Mucuri.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas eram três homens e duas mulheres, uma delas estava grávida.

Ainda conforme a polícia, um carro com homens encapuzados emparelhou com o veículo usado pela família e os criminosos dispararam vários tiros com o carro ainda em movimento. A polícia diz ainda que um dos homens desceu do veículo e continuou atirando.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
As vítimas foram identificadas como Jalperaz do Espírito Santo Rocha, a mulher dele, Dilma Maria dos Santos Oliveira Rocha, de 40 anos e os filhos do casal, Jalperaz do Espírito Santo Rocha Júnior, 17 e Gabriela Oliveira Rocha, 22, além do genro Alan Cláudio de Sousa Felipe, 22, que conduzia o veículo.

Todos os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas. A autoria e motivação do crime ainda não foram divulgadas.

INVESTIGAÇÃO – Para a polícia, Jalperaz, que havia deixado o presídio de Teixeira de Freitas no mesmo dia, depois de receber o benefício da liberdade provisória, seria o alvo dos assassinos. Ele era acusado de tráfico de droga e homicídio. Em 2012, teria comandado a chacina que deixou quatro pessoas mortas e outras quatro feridas, no município de Prado, naquela mesma região. Ele foi preso no ano seguinte. As investigações apontam para vingança.

Dentro do carro, a polícia encontrou uma caderneta com anotações de movimentação financeira proveniente do tráfico de drogas. A família seguia para o estado do Espírito Santo.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018