UFSB apura denúncia de fraudes em cotas para negros em curso de medicina

15 pessoas não negras teriam ingressado no curso de medicina irregularmente

Do Bahia Notícias
Publicado em 08/06/2018 às 09h46
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil 
Apuração ocorreu após denúncia de um aluno através do Facebook
 

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE
TEIXEIRA DE FREITAS - Uma denúncia de fraudes em contas para negros é apurada na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Os casos teriam ocorrido para o ingresso no curso de medicina, no campus de Teixeira de Freitas. Segundo o G1, a apuração ocorreu após denúncia de um aluno através do Facebook.

TEXTO SEGUE DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conforme a postagem, em torno de 15 pessoas não negras teriam entrado na instituição irregularmente por meio de cotas. O denunciante, que era membro da Comissão de Políticas Afirmativas, postou fotos de colegas da universidade com fenótipo branco que entraram na instituição em dezembro de 2017.

Segundo a UFSB, um processo de investigação foi instaurado após recebimento da denúncia em 7 de fevereiro com término 30 dias depois. Até o momento, os alunos investigados não tiveram nomes divulgados pela universidade.

TEXTO SEGUE DEPOIS DO ANÚNCIO
No último dia 1° de junho, a UFSB informou que a reitoria nomeou um relator para avaliar o processo e convocou Reunião Extraordinária do Conselho Universitário (Consuni), instância máxima da UFSB, para tratar da pauta.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018