Ação resulta em prisão de parte de grupo que assaltou casa de luxo

Bandidos levaram carro e diversos objetos; área não fica no Alamar, diz associação

Redação RADAR 64
Publicado em 04/10/2019 às 15h04

EUNÁPOLIS - Depois de uma intensa troca de tiros, a Polícia Civil prendeu dois integrantes de uma quadrilha que assaltou uma casa de luxo, na manhã desta sexta-feira (04), em um bairro na região central de Eunápolis. Os demais bandidos conseguiram fugir. Ninguém ficou ferido. Os policiais recuperaram diversos produtos levados da residência, como televisores e um carro avaliado em quase R$ 500 mil. Uma arma longa também foi apreendida.

Segundo a polícia, os assaltantes invadiram a casa no início da manhã. Enquanto reviravam o interior do imóvel, eles mantiveram os moradores como reféns. Depois, fugiram no carro da família pela BR-101, sentido a Itagimirim, levando os objetos roubados.

Galeria de Fotos

Os agentes da polícia deram início a uma perseguição. Os criminosos foram localizados em uma estrada rural, a 10 quilômetros do centro eunapolitano. Houve troca de tiros. Os bandidos abandonaram o veículo e entraram em um matagal.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Polícia chegou a trocar tiros com a quadrilha duas vezes durante a manhã

Já no fim da manhã, a polícia recebeu denúncia sobre a presença de pessoas estranhas dentro de uma casa em um conjunto habitacional no antigo campo de pouso, no bairro Juca Rosa.

Os agentes foram ao local e constataram que se tratava da mesma quadrilha. Houve outro confronto. Dois assaltantes foram presos e os demais escaparam.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Carro possui sistema interna de gravação de aúdio e vídeo, o que pode ajudar a polícia a identificar os demais bandidos

O carro, modelo Land Rover Discovery, ficou todo furado de bala. O veículo possui um sistema interno de gravação de vídeo e áudio. A polícia avalia o conteúdo, pois acredita que a imagem dos assaltantes pode ter sido capturada.

As investigações apontam que a quadrilha pode ser a mesma que matou uma manicure. O corpo, enterrado em uma cova rasa, só foi encontrado quase dois meses depois.

No fim do mês de agosto, um homem, que também seria integrante do grupo criminoso, morreu em confronto com agentes da Polícia Civil, no bairro Stela Reis. De acordo com as investigações, ele e os comparsas realizaram, naquela ocasião, diversos assaltos a fazendas.

CORREÇÃO: Em nota enviada à redação, a AMORA - Associação de Moradores do Residencial Alamar -, informou que, ao contrário do que foi noticiado anteriormente pela reportagem do RADAR 64, a casa onde ocorreu o roubo não fica dentro daquele bairro. A área em questão deixou de pertencer ao Alamar depois de redefinição dos limites territoriais do município.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018
Ação resulta em prisão de parte de grupo que assaltou casa de luxo

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.