Em alerta para coronavírus, Sesab atuará com reforço nos plantões do HLEM

Equipes da Sesab farão inspeções diárias na unidade de saúde de Porto Seguro

Redação RADAR 64
Publicado em 14/02/2020 às 15h08
Foto: Reprodução 
Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, contará com reforço de equipes da Sesab durante Carnaval

PORTO SEGURO - Entre as ações desenvolvidas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no Carnaval de 2020 está o reforço nos plantões em hospitais da capital e do interior. Na Costa do Descobrimento, a Sesab atuará no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, com o objetivo de verificar a necessidade de substituição ou suplementação de material.

Conforme o site Bahia Notícias, em Salvador, os hospitais Geral do Estado (HGE), Roberto Santos (HGRS), Ernesto Simões (HGES) e Subúrbio (HS) estarão prontos para receber ocorrências de maior gravidade. Além disso, o Hospital Eládio Lasserre e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Pirajá, Curuzu e Cajazeiras serão monitoradas por profissionais da Sesab, a fim de verificar o funcionamento e possíveis necessidades de transferência de pacientes para unidades de maior complexidade.

No interior, além de Porto Seguro, equipes da Sesab farão inspeções diárias nos hospitais estaduais em Camaçari e Lauro de Freitas.

A Secretaria da Saúde vai investirá cerca de R$ 2 milhões em ações relacionadas ao Carnaval de 2020.

CORONAVÍRUS

A Sesab também informou que o nível de alerta das equipes de vigilância epidemiológica e sanitária para o novo coronavírus é considerado elevado e segue orientação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde.

A orientação da secretaria para profissionais de saúde das redes pública e privada é de redobrar a prevenção de possíveis contaminações frente a um caso suspeito. Isso inclui a lavagem frequente das mãos, usar o álcool gel e a utilização de máscaras cirúrgicas para as pessoas que tem sinais e sintomas respiratórios de síndrome gripal. Profissionais também devem usar seus equipamentos de proteção individual (EPIs), além de ter local privativo para atendimento de casos suspeitos.

O Instituto Couto Maia (Icom), em Salvador, é a principal unidade de referência estadual em doenças infectocontagiosas e dispõe de 28 leitos com essa pressão negativa. No entanto, nem todos os casos devem ir para o Icom, só os casos considerados graves, uma vez que a infecção pelo vírus se apresenta desde a forma subclínica até as formas mais graves.

A fim de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como Coronavírus, H1N1, H3N2 e Influenza B, o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, vem se reunindo com segmentos empresariais e da sociedade civil para sensibilizar sobre a importância da higiene regular das mãos e ratificar a necessidade de cumprimento da Legislação Estadual nº 13.706/2017, que determina a disponibilização de dispensadores de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018