Após polêmica com Nordeste, Bolsonaro inaugura aeroporto na Bahia nesta terça-feira

Governador Rui Costa disse que evento será 'convenção político-partidária' e cancelou ida

Do G1 BA
Publicado em 23/07/2019 às 08h34
Foto: Agência Brasil  
Viagem ocorre em meio à polêmica causada por uma declaração de Bolsonaro sobre governadores do Nordeste

BAHIA - O presidente Jair Bolsonaro participa nesta terça-feira (23) da inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia. A previsão é que ele chegue à cidade às 10h45, e o evento ocorra às 11h. O retorno do presidente a Brasília está marcado para 12h10.

A viagem ocorre após o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciar que não participará da inauguração do terminal porque a solenidade ficou restrita a poucos convidados, "como se fosse uma convenção político-partidária".

Esta é a segunda viagem de Bolsonaro ao Nordeste e ocorre em meio à polêmica causada por uma declaração dele sobre governadores da região.

Na primeira viagem, em maio, Bolsonaro foi a Pernambuco para participar de reunião da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Recife, e inaugurou conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida, em Petrolina, no Sertão.

'Governadores de paraíba'
 
Na sexta-feira (19), ao conversar com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Bolsonaro disse que "daqueles governadores 'de paraíba', o pior é o do Maranhão", acrescentando: "Tem que ter nada com esse cara".

Bolsonaro disse no sábado (20) que a fala foi uma crítica aos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e da Paraíba, João Azevêdo (PSB).

Ainda na sexta, governadores do Nordeste divulgaram uma carta na qual cobraram explicações de Bolsonaro e afirmaram ter recebido "com espanto e profunda indignação” a declaração do presidente. No entendimento deles, Bolsonaro transmitiu "orientações de retaliação a governos estaduais".

O Nordeste foi a única região na qual Bolsonaro não venceu no segundo turno da eleição presidencial de 2018. Na ocasião, Fernando Haddad (PT) obteve 69,7% dos votos válidos da região, contra 30,3% de Bolsonaro.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018