Quadrilha que planejava explodir caixas eletrônicos é descoberta em ‘QG',diz delegado

Grupo alugou 10 apartamentos em um prédio; houve apreensão de armas e explosivos

Redação RADAR 64
Publicado em 01/03/2019 às 12h30
Foto: RADAR 64 
Vinícius de Souza Figueiredo Santos, 28 anos e Talita Miller Tatagiba foram presos na operação

Durante uma ação que investigava traficantes e autores de homicídios, a Polícia Civil descobriu, na quarta-feira (27), algo que mudou os rumos da operação: um local onde estava escondida uma quadrilha que estaria planejando a explosão de caixas eletrônicos na região.

Segundo o delegado Bruno Barreto, as investigações apontaram que o grupo ocupava 10 apartamentos de um prédio na Rua Camacã, bairro Quinto Centenário, em Santa Cruz Cabrália.

Galeria de Fotos

Com apoio da Polícia Militar, os agentes da delegacia da cidade invadiram o local e foram recebidos a tiros, mas ninguém ficou ferido. Dois bandidos armados fugiram por uma janela de seis metros de altura e entraram em um matagal.

Outros dois foram presos: Vinícius de Souza Figueiredo Santos, 28 anos e Talita Miller Tatagiba, de 22 anos. "A mulher dava suporte ao QG da quadrilha, comprando mantimentos, preparando alimentos e executando os outros serviços, mas sempre de forma muito discreta", aponta o delegado Bruno Barreto.

Foto: RADAR 64 
Polícia encontrou explosivos no local; delegado acredita que material era para explodir caixas eletrônicos

No local foi apreendida, frisa o delegado, uma quantidade de explosivos suficiente para estourar diversos cofres de agências bancárias.

Foram encontrados, ainda, materiais usados na fabricação de explosivos, droga sintética, 278 gramas de maconha, 150 pinos de cocaína, munições, cartuchos, revólver, pistola, carregadores, grampos para confecção de ‘miguelitos’, quatro motocicletas roubadas, além de casacos camuflados e barracas de camping normalmente usadas como esconderijos na mata.

Os dois homens que fugiram, conta o delegado, foram identificados como Aroldo José da Silva Júnior, 21 anos e Marques de Souza Santos, idade desconhecida. "Descobrimos que todos têm envolvimento no assalto a uma casa lotérica no bairro Baianão, em Porto Seguro, semana passada", frisa o Bruno Barreto.

Foto: RADAR 64 
Dinheiro que aparece com homem pode ter sido roubado em lotérica

O dono de um dos apartamentos, Paulo César Souza Neves, 25 anos, possui mandado de prisão em aberto por suspeita de homicídio. Ele está sendo procurado.

Um dos presos aparece em uma foto, apreendida pela polícia, ostentando um maço de dinheiro, que para o delegado é proveniente do assalto à casa lotérica.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018
Quadrilha que planejava explodir caixas eletrônicos é descoberta em ‘QG',diz delegado

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.