Bicicleta que gera eletricidade vai ser destaque em feira de ciências em escola pública de Eunápolis

Ideia sustentável vai ser destaque em feira de ciências de escola municipal

Maria Eduarda Toralles / RADAR 64
Publicado em 24/09/2018 às 20h16

Uma bicicleta estática que gera energia elétrica limpa enquanto é pedalada vai ser uma das atrações da 1ª Feira de Ciências do colégio municipal Rotary III, em Eunápolis.

O professor Valdemar Netto conta que tinha uma ideia na cabeça, mas faltavam recursos financeiros para colocá-la em prática, até que apareceram alguns empresários eunapolitanos e outro de Minas Gerais interessados no pedal sustentável. “Aí nós conseguimos comprar os equipamentos necessários para a viabilidade da bicicleta", afirma o professor.

Segundo o professor, a bicicleta fica fixa em um local. Enquanto as pessoas pedalam, a energia gerada é armazenada em uma bateria, que pode ser utilizada para carregar um celular ou qualquer outro tipo de eletrônico. “Na feira, o aluno ou visitante vai perceber que, por meio da pedalada, vai gerar energia por meio de um alternador. Esse alternador vai alimentar uma bateria e a energia dessa bateria que, é de 12 volts, vai alimentar um inversor. Esse inversor vai transformar essa energia em 110 ou 220 volts, que é capaz de carregar qualquer aparelho eletrônico”, explica o professor Netto.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Bianca Roldi, de 15 anos, estudante do 9º ano do ensino fundamental

A invenção ecológica fez com que alunos como a jovem Bianca Roldi, de 15 anos, se interessassem mais por disciplinas como física. “Aprendi que existem energias renováveis sem poluir o meio ambiente. Com ela também aprendi mais sobre física e mecânica. Estamos começando apenas a introdução de física e com a bicicleta comecei a estudar mais sobre física e os cálculos da física”, diz a estudante do 9º ano do ensino fundamental.

“Hoje eu percebo que os alunos têm mais vontade de buscar aprender, de entender mais sobre a ciência. Alguns alunos já estão pensando em ingressar no IFBA (Instituto Federal da Bahia) e em progredir na educação”, comemora o professor.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Professor Valdemar Netto conta que tinha uma ideia na cabeça, mas faltavam recursos

Professora de matemática na mesma escola, Ana Portugal destacou que a bicicleta que gera energia acabou despertando nos alunos o desejo de desenvolver outros projetos. “Os alunos ficaram muito envolvidos e passaram a estudar mais e a se dedicar mais. Eles ficaram muito motivados. Com isso, resolvemos levar a ideia para a escola toda, para eles desenvolverem seus próprios projetos”, diz Ana.

A feira, que acontece nesta sexta-feira (28), a partir das 15h, no bairro Moisés Reis, será aberta para a comunidade. No evento, também serão apresentadas maquetes, caleidoscópios, dentre outros projetos elaborados pelos alunos.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018