Funcionários dos Correios anunciam greve a partir da noite desta quarta

Eles querem reajuste salarial e são contra retirada de direitos históricos

Do Bahia.ba
Publicado em 31/07/2019 às 09h23
Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Central de distribuição dos Correios, no bairro Gusmão, em Eunápolis

BAHIA - Os funcionários dos Correios anunciaram uma greve a partir da noite desta quarta-feira (31). A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) teve uma reunião com a diretoria da empresa na manhã de terça-feira (30), mas o encontro terminou sem acordos.

A Fentect enviou ao novo presidente dos Correios, Floriano Peixoto, que assumiu a companhia no dia 21 de junho, um ofício informando que a paralisação por tempo indeterminado se dará por “reivindicações não atendidas pela empresa à mesa de negociação” e por falta de “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”.

Durante o dia, representantes dos funcionários irão ao Tribunal Superior do Trabalho, que tenta mediar as conversas e impedir a greve. Serão discutidos temas caros aos funcionários, como o “baixo reajuste salarial” e a retirada dos pais como dependentes no plano de saúde dos empregados.

A empresa também quer debater a taxa de coparticipação dos funcionários nos convênios médicos, que hoje está na casa dos 30%. Os correios carregam uma conta de 6 bilhões de reais com planos de saúde e previdência dos funcionários.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018