Há 21 dias de greve, professores da rede municipal de Salvador se reúnem em caminhada para pedir intermédio ao MP

Categoria se reuniu na Praça da Piedade para 'Via Crucis da Educação'.

Do G1
Publicado em 01/08/2018 às 11h06
Foto: Reprodução / G1 
Categoria se reuniu na Praça da Piedade, antes de seguir para o Ministério Público da Bahia

Os professores da rede municipal de ensino completam, nesta terça-feira (31), 21 dias de greve. Por conta disso, os educadores caminharam da Praça da Piedade em direção ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), durante a manhã.

A caminhada foi chamada pela categoria de "Via Crucis da Educação". Os educadores estão em greve desde o dia 11 de julho. A manifestação complicou o trânsito ao longo da Avenida Joana Angélica, mas o tráfego foi normalizado por volta das 12h.

Segundo a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Elza Melo, o grupo seguiu para o MP-BA para fazer o pedido de intermediação do órgão, a fim de resolver os impasses da greve.

Ainda de acordo com a diretora, a categoria vai se reunir, durante a tarde desta terça-feira, com representantes do Grupo de Atuação Especial de Defesa da Educação (Geduc) do MP-BA, que vai decidir se intervém ou não na situação.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018