Homem ameaçava jogar bomba em hotel de onde foi demitido

Ele chegou a planejar o projeto e ainda chantageava dos do hotel

Redação RADAR 64
Publicado em 31/05/2019 às 11h08

PORTO SEGURO - O homem que planejava atacar um hotel em Porto Seguro com uma bomba foi preso na quinta-feira (30). Cristinoval Pereira  Costa, 29 anos, afirmou que tomou a decisão após ser demitido do emprego de auxiliar de serviços gerais.

Segundo a Polícia Civil, ele chegou a exigir, dos seus ex-empregadores, a quantia de R$ 300 mil para não praticar o atentado. Ele ligava e enviava áudios ameaçadores para os funcionários do hotel, com o objetivo de obter o valor exigido.

O acusado já vinha realizando pesquisas e “projetos” para a fabricação de um drone e de uma bomba caseira.

Durante buscas realizadas na casa de Cristinoval, com autorização da justiça, os investigadores encontraram uma relação contendo o nome de 12 pessoas que ele pretendia matar.

Conforme a polícia, Cristinoval também confessou ter invadido um terreiro de candomblé, no bairro Cambolo, no último dia 21. Ele baleou um pai de santo e o filho dele.

Foto:  Gustavo Moreira 
Delegado Moisés Damasceno e Marcelo Paiva

"Em sua oitiva, ele diz que atirou porque, apesar de ter gastado mais de R$ 7 mil, o “trabalho” que o pai de santo fez pra ele conseguir um emprego não deu certo”, frisou o delegado Moisés Damasceno.

Ainda de acordo com a polícia, no último dia 14 Cristinoval também assaltou um supermercado no bairro Mirante. "O objetivo do roubo era obter recursos para por em prática os seus planos criminosos", frisou o delegado Marcelo Paiva.

Cristinoval vai responder pelos crimes de roubo, extorsão e dupla tentativa de homicídio.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018