Já atuou na região: Homem oferece falsos empregos e é preso

Redação, com informações de Tarde
Publicado em 20/03/2014 às 15h44
Foto: Cleber Ceará/Facebook
Wellington já foi assesor de políticos em Itabela, Eunápolis e outras cidades da região

Está preso em São Félix (a 110 km da capital), no Recôncavo baiano, Wellington Flávio Nunes, 49, suspeito de aplicar golpes, com falsas ofertas de emprego, mediante o pagamento dos interessados.

Natural de Colatina, Espírito Santo, ele estava hospedado em uma pousada de Muritiba, cidade vizinha a São Félix, e prometeu cursos e emprego a mais de 80 pessoas da região.

Wellingtonque já foi assesor de políticos em Itabela, Eunápolis e outras cidades do extremo sul do estado, se passava por assessor da deputada estadual baiana Ângela Sousa (PSD) e dizia ter influência no meio político.

Ao passar por uma blitz, por volta das 17h de terça-feira, em Muritiba, ele foi preso em flagrante com uma vítima dentro do carro, a quem prometeu cargo de motorista. Policiais acharam um envelope com extratos bancários, documentos de terceiros, como identidade, CPF, carteira de trabalho, cópias de diplomas e certificados de nível superior, além de panfletos e calendários da deputada.

Segundo o delegado de Muritiba, Fred Barreto Costa, ele confessou o golpe. Por falta de carceragem, foi transferido para São Félix. Entre as supostas vítimas estão enfermeiros, recém-formados e desempregados.

Wellington prometeu emprego nos municípios e capital pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Segundo o delegado, ao depor, Wellington disse que morava em Itabela, no sul do estado, e que se apresentava como assessor parlamentar da deputada, mas negou que ela soubesse dos golpes.

Assim ele conseguia atrair as vítimas. De dezembro até hoje, conseguiu arrecadar R$ 15 mil. Ele prometia uma apostila para que participassem de um curso.

"Ele chegou a Muritiba em dezembro do ano passado, quando começou a aplicar o golpe. Foi abordado em uma blitz no momento em que aplicava o golpe, prometendo emprego a uma vítima", confirmou o delegado.

Fred Costa disse ainda que Wellington Nunes tem um mandado de prisão preventiva expedido pela Delegacia de Cachoeiro do Itapemirim, no estado do Espírito Santo.

Deputada

A deputada estadual Ângela Souza (PSD) negou qualquer envolvimento com Wellington Flávio Nunes.

Segundo a parlamentar, ele nunca esteve no gabinete dela e entre os assessores do gabinete não existe a oferta de empregos.

"Não o conheço e nunca o vi antes. Meus assessores não têm autonomia para oferecer empregos. Tenho base em Itabela e esse golpista é de lá. Ele pode ter se aproveitado disso para usar meu nome, mas sem autorização.

Tenho um nome a zelar. O que ele fez é crime. Se tinha material de campanha com ele, não fomos nós que fornecemos", esclareceu a deputada.

Na página que mantém na rede social Facebook, Wellington Flávio Nunes aparece em fotos ao lado de artistas, políticos e jogadores de futebol. Em uma delas, está ao lado da atriz Miriam Rios. Em outra, com o ex-jogador do Flamengo (RJ) Adílio, e em várias fotos aparece entre políticos.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018