Indígenas desbancam favoritas e ganham campeonato de futebol

Inter Feminino - Boca da Mata ganhou por 2x1 do time Topa Tudo em Itamaraju

Redação RADAR 64
Publicado em 22/07/2019 às 17h39
Foto: Divulgação 
Inter Feminino disputa final da Copa de Futebol Feminino de Itamaraju contra Topa Tudo

PORTO SEGURO - As atletas indígenas do Inter Feminino – Boca da Mata, de Porto Seguro, ganharam um prêmio inédito na manhã de domingo (21). O time da aldeia indígena pataxó Boca da Mata, que fica localizada próximo ao Parque Nacional do Monte Pascoal, desbancou as favoritas do Topa Tudo e conquistou o título de campeão da 3ª edição da Copa de Futebol Feminino de Itamaraju.

A final foi disputada pelos dois times no campo do bairro Liberdade e terminou com o placar de 2x1 favorável para as indígenas, com gols de Rosane Andrade e Letícia Braz. Graziane Andrade foi eleita a melhor goleira da competição, que começou no início de junho e envolveu a participação de oito times da região. O time do Topa Tudo havia ganhado as duas edições anteriores do torneio.

Por ter feito a melhor campanha da competição, perdendo apenas um jogo dentre o total de cinco de toda a competição, o Inter Feminino – Boca da Mata contou com a participação de 15 atletas – entre 17 e 35 anos - que receberam a premiação de troféus, medalhas e a quantia de R$ 1 mil.

Foto: Divulgação 
Atletas e integrante da comissão técnica

“Contamos com o apoio da comunidade para treinar e nos deslocar até os jogos, que incluiu fase de grupos, semifinal e final. As atletas largaramm as famílias para ir atrás do esporte porque gostam muito de jogar futebol. Todas estão de parabéns pela vitória”, pontuou o auxiliar técnico João Rodolfo Pinheiro. A comissão técnica do time ainda é formada pelo técnico Pedro da Fonseca Júnior e outro auxiliar técnico Patyó Santana.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018