'Já chegaram me espancando', diz mulher agredida em invasão a assentamento

Vítima conta que homens usaram pedaços de madeira e armas no ataque

Do G1 BA
Publicado em 07/08/2019 às 09h24
Foto: Reprodução/TV Santa Cruz  
Barracos foram incendiados em assentamento

SANTA CRUZ CABRÁLIA - Uma mulher que está entre as vítimas do ataque a um assentamento, na cidade de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, contou, em entrevista à reportagem da TV Santa Cruz, afiliada da TV Bahia, detalhes dos momentos de tensão que passou durante o crime.

De acordo com a vítima, que preferiu não se identificar, cerca de 10 homens participaram do ataque. A mulher conta que os suspeitos usaram pedaços de madeira e armas para agredir as vítimas.

O ataque ao assentamento ocorreu na última sexta-feira (2). Ao menos 10 pessoas ficaram feridas. A mulher que conversou com a reportagem conta que chegou a perder sangue após as agressões.

Durante o ataque, os moradores da comunidade ainda tiveram pertences, como celulares, roubados e os barracos foram incendiados. O assentamento, conhecido como Nova Esperança, fica na Fazenda Tucum. A posse da propriedade está em disputa na Justiça.

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz 
Barracos foram incendiados em assentamento

Segundo a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Bahia (Fetag-BA), 55 famílias moram no assentamento.

O caso está sob investigação da Polícia Civil, que apura o possível envolvimento do dono da fazenda no crime. Todas as vítimas já foram ouvidas.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018