Já são quatro os infectados por empresário em Trancoso

Número de casos com origem no município sobe para cinco

Redação RADAR 64
Publicado em 21/03/2020 às 21h07
Foto: Divulgação 
Casa que Cláudio Vale comprou de João Dória (governador de SP ) em um dos condomínios mais luxuosos de Trancoso

PORTO SEGURO - O empresário cearense Cláudio Henrique do Vale Vieira, 43 anos, é apontado como transmissor de um novo caso de coronavírus em Porto Seguro. Neste sábado (21), o LACEN (Laboratório Central de Saúde Pública) confirmou que o irmão dele também está infectado com a covid-19. Em Trancoso, o presidente do Grupo CVPAR espalhou o vírus para outras três pessoas: sua esposa, uma amiga e o cozinheiro que trabalha na casa de veraneio na praia de Itapororoca.

A Vigilância Epidemiológica de Porto Seguro informou que o irmão do empresário e um grupo de cinco amigos - mesmo depois de terem doado material para exames, saíram do isolamento em Trancoso, sem avisar às autoridades de saúde local. Na última segunda-feira (16), eles embarcaram em um voo comercial para o Ceará. Logo que saiu a confirmação que o irmão do empresário e a amiga dele estavam infectados, o governo baiano alertou as autoridades cearenses.

CONTAMINADO EM FESTA - Cláudio Vale, que foi contaminado durante uma festa de casamento em Itacaré, viajou depois para São Paulo, onde realizou testes para identificar a suspeita de coronavírus. Segundo o governo da Bahia, mesmo com diagnóstico positivo, ele veio para Trancoso em um jatinho com a família e um grupo de amigos.

O empresário está sendo processado pelo governo baiano por não cumprir a orientação de isolamento. Cláudio do Vale alega que o resultado do exame teria saído apenas quando ele já estava no litoral sul de Porto Seguro.

Segundo o governador da Bahia, Rui Costa, o empresário reagiu com deboche ao ser abordado por profissionais de saúde que tomaram conhecimento do caso. "Quando a equipe de saúde chegou, ele estava de sunga, na praia, com os amigos. Disse: 'o que é que um banho de mar não resolve? Mata qualquer vírus'", relatou Rui Costa, em entrevista coletiva.

Em nota encaminhada, Cláudio Henrique classificou como "totalmente falsa" a informação de que teria ignorado recomendações médicas quanto à covid-19.

O outro caso de coronavírus confirmado em Porto Seguro é o da venezuelana de 34 anos que voltou dos Estados Unidos com os sintomas da doença. Ela procurou a rede local de saúde. A confirmação saiu na quarta-feira (18).

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018