Porto Seguro: Adolescente de 15 anos precisa de cirurgia para não ficar cega

Hillary Machado tem uma doença progressiva que afeta a córnea

Redação RADAR 64
Publicado em 24/08/2019 às 11h09
Foto: Arquivo pessoal 
Hillary Machado, de 15 anos, arrecada dinheiro em vaquinha para fazer uma cirurgia na córnea

PORTO SEGURO - Já imaginou estar em uma fase importante da vida, com diversos planos para o futuro, e perder um sentido essencial como a visão? É esse desafio que a portossegurense Hillary Machado, de 15 anos, enfrenta atualmente.

Aos nove anos, ela descobriu que tinha uma doença chamada ceratocone, que afeta progressivamente a córnea, projetando-a para frente, deixando a visão embaçada e irregular, e podendo levar até a cegueira. “Já usei óculos, lente, mas atualmente enxergo muito pouco”, explicou a adolescente moradora do bairro Cambolo.

Para reduzir os danos causados pela doença, que não tem cura, a mãe de Hillary criou uma vaquinha online na sexta-feira (23) para arrecadar dinheiro para uma cirurgia. Até a publicação desta notícia, o valor arrecadado estava em R$ 1.120.

Foto: Arquivo pessoal 
Adolescente já passou por inúmeros tratamento para tentar amenizar a doença

“Marquei a cirurgia do olho esquerdo para a próxima quinta-feira (29) na fé, pois sei do tamanho do problema da minha filha, mas não tenho dinheiro. Preciso depositar R$ 4 mil na conta da clínica, que fica em Salvador, até terça-feira (27), para que a cirurgia não seja cancelada”, relatou Elieide Machado.

Além desse procedimento, a adolescente precisará passar por outra cirurgia no olho direito, lente especial e um tratamento chamado de anel de ferrara, que “segura” a córnea. “Colocamos na vaquinha um valor de R$ 20 mil, mas sabemos que todos os procedimentos e deslocamento para Salvador vão ultrapassar esse valor”, acrescentou a mãe.

Após a cirurgia, Hillary acredita que a sua vida vai melhorar muito. “A cirurgia vai beneficiar a minha qualidade de vida, pois não consigo fazer coisas simples como pegar um ônibus. Então vou enxergar melhor, não ter dores de cabeça e vai me auxiliar bastante nos estudos”.

Cursando o 1° ano do curso técnico integrado em alimentos no IFBA, é nos estudos que a adolescente pretende focar para realizar seu maior sonho. “Quero ser oftalmologista para ajudar quem tem o mesmo problema que eu, e poder levar essa cirurgia para o SUS, para atender também quem não tem condições financeiras”, concluiu a estudante.

SERVIÇO

Vaquinha online

CAIXA

Favorecido: Elieide Oliveira Machado (CPF: 989.367.195-72)
Ag: 3948
Op: 013
C/C: 00053867-6

ITAÚ

Favorecido: Elieide Oliveira Machado (CPF: 989.367.195-72)
Ag: 1648
C/C: 37277-7

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018