Polícia Civil elucida falso estupro em Eunápolis

Mulher confessou ter inventado o fato para conseguir a atenção de seu ex-companheiro

Redação RADAR 64, com Delegacia Territorial de Eunápolis / 23ª C
Publicado em 22/04/2019 às 16h02

EUNÁPOLIS - Em face de comunicação de estupro, realizada no mês de abril/2019 por uma jovem de 19 anos, segundo a qual havia sido vítima de crime sexual praticado por um motorista de transporte alternativo, durante uma “corrida”do Bairros Moisés Reis para o Centro, em Eunápolis, a Polícia Civil concluiu as investigações pela falsa imputação de crime pela suposta vítima.

Durante as investigações, os investigadores da Delegacia Territorial realizaram todo o trajeto apontado pela vítima, verificando diversas câmeras da cidade na busca de identificar o veículo e, conseqüentemente, o autor do suposto crime.

A perícia médico-legal não confirmou a versão da jovem, e, após várias diligências, ela confessou aos investigadores ter inventado o fato para conseguir a atenção de seu ex-companheiro.

A moça foi indiciada pelo crime de denunciação caluniosa, cuja pena pode chegar a 8 anos de reclusão.

O delegado titular da Delegacia Territorial Bernardo Pacheco, informou que todas as denúncias são apuradas, para evitar que situações como essa ocorra.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018