Por que Porto Seguro é o destino preferido dos mineiros?

Cidade superou Lisboa, Miami, São Paulo, Rio e Vitória na preferência de viagem

Do Estado de Minas
Publicado em 10/09/2019 às 08h29
Foto: Divulgação  
Orla Norte de Porto Seguro: paraíso de áquas esverdeadas

PORTO SEGURO - Praias paradisíacas, natureza intocável, mar de água quente e de cor esverdeada. Assim é Porto Seguro, um destino de descanso e, ao mesmo tempo, de muito agito. A cidade baiana preferida dos mineiros está localizada na chamada Costa do Descobrimento – onde há 519 anos os portugueses aportaram na região.

Há quem não perde uma temporada de férias, carnaval ou fim de semana nas dezenas de praias da cidade preferida dos mineiros – que engloba os distritos de Arraial d'Ajuda, Caraíva e Trancoso no cardápio de paraísos que merecem ser visitados.

Foto: Divulgação 
Índios da tribo Pataxó

Uma pesquisa do buscador de voos Viajala concluiu que a procura dos mineiros por Porto Seguro triplicou no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período em 2018. O estudo usou uma amostragem de 100 mil buscas de voos realizadas de janeiro a julho de 2019 om origem no Aeroporto Internacional de Confins.

A cidade baiana ficou em primeiro lugar nas pesquisas registradas pela plataforma em 2019, com 20,6% das buscas. No ano passado, a procura por Porto Seguro ocupou a terceira posição, com 6,5%, atrás de Lisboa, em Portugal, e São Paulo. As duas perderam uma posição esse ano e são agora seguidas de Vitória (ES), que subiu do quinto para o quarto lugar, ultrapassando Salvador, que caiu para sexto, e Rio de Janeiro, que subiu do sexto para o quinto lugar.

Foto: Divulgação 
Centro Histórico de Porto Seguro

Para Eduardo Martins, diretor nacional do Viajala, o aumento na procura por Porto Seguro pode ter várias razões, como a alta do dólar e os bons preços de passagens para a Bahia. "Registramos boas promoções saindo de Belo Horizonte esse ano, com passagens de ida e volta na faixa dos R$300 já com taxas tanto para Porto Seguro quanto para Salvador, o que é um preço muito atrativo para um voo direto", aponta. "Além disso, com a alta do dólar é natural que o turista olhe mais para dentro do Brasil, primando pelo turismo nacional. Como Minas não tem praia, o mineiro aposta no mar mais próximo", brinca o executivo.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018