Preso mototaxista acusado de manter mulher em cativeiro por dois meses

Ela relatou que era agredida e obrigada a manter relações sexuais

Redação RADAR 64
Publicado em 31/07/2019 às 10h32
Foto: RADAR 64 
Paulinho do Mototaxi foi preso acusado de manter a mulher em cárcere privado há mais de dois meses

EUNÁPOLIS - Um mototaxista de 31 anos foi preso na tarde de terça-feira (30), em Eunápolis, acusado de manter a mulher, de 21 anos, em cárcere privado por mais de dois meses. Durante o período, a vítima denunciou à polícia que era ameaçada, agredida e obrigada a manter relações sexuais com o marido.

Segundo as investigações, Judson dos Santos, conhecido como “Paulinho do Mototaxi”, foi preso no ponto em que trabalhava na praça do bairro Juca Rosa. A prisão foi efetuada depois que a polícia teve acesso a uma carta escrita pela mulher pedindo socorro.

Na casa do acusado, que fica localizada na Rua Paraná, no mesmo bairro, a vítima confirmou que estava sendo mantida em cativeiro há 62 dias e que era ameaçada de morte constantemente pelo marido, que também dizia que poderia matar a família dela caso houvesse fuga ou denúncia. 

Foto: RADAR 64 
Carta escrita pela vítima pedindo socorro

No dia que terminou o relacionamento, no fim de maio, a mulher contou que foi levada no carro da família para a rodovia que dá acesso a Porto Seguro, onde foi agredida e obrigada a gravar um vídeo pedindo desculpa e dizendo que tinha errado ao romper a relação.

O veículo foi encontrado na garagem da casa com manchas aparentes de sangue. Um facão, que segundo a vítima, era usado para ameaçá-la, também foi localizado no imóvel.

Judson foi autuado em flagrante por sequestro e cárcere privado. Ele, que nega as acusações, também será investigado pelos crimes de ameaça, injúria e estupro em contexto de violência doméstica.

WhatsApp do RADAR 64: (73) 98844-0216.
Adicione nosso número e envie vídeo, foto ou apenas o seu relato. Dica importante: grave ou fotografe sempre com o celular na horizontal (deitado). Sua sugestão será apurada por um repórter. Participe!

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018