Professores convocam nova assembleia pra discutir alteração da jornada de trabalho em Eunápolis

Assembleia da categoria está marcada para o dia 13 de março, às 15h

Redação RADAR 64
Publicado em 11/03/2019 às 14h43
Foto: RADAR 64  
Cerca de 900 professores aceitaram suspender a paralisação e retornar às atividades, no dia 19 de fevereiro

Professores da rede municipal de ensino de Eunápolis vão se reunir em uma nova assembleia geral para discutir o decreto lei nº 8.205, do Poder Executivo, que altera a carga horária dos docentes da rede municipal de 13 para 16 horas/aulas. O anúncio foi feito pela Assessoria de Imprensa da APLB/Sindicato.

A Assembleia está marcada para esta quarta-feira (13) às 15hs, na Escola Municipal Anésia Guimarães, no bairro do Pequi.

A fim de não prejudicar o calendário escolar e os estudantes, cerca de 900 professores aceitaram suspender a paralisação e retornar às atividades, no dia 19 de fevereiro, cumprindo 14 horas/aulas até o dia 28 de fevereiro, enquanto aguardavam uma sinalização positiva da municipalidade em torno da manutenção das 13 horas/aulas, fruto de um acordo em 2015.

Até agora, no entanto, o município não demonstrou que deseja revogar o decreto 8.205, de 21 de dezembro de 2018, assinado no período das férias de final de ano.

Além de deliberar sobre a jornada de trabalho, os professores também vão discutir o Parecer do Conselho Municipal de Educação, reunido no dia 21 de fevereiro passado para tratar do tema e o posicionamento da Secretaria Municipal de Educação a respeito da reposição das aulas nos dias de paralisação na primeira semana de fevereiro.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018