Reunião trata de preparativos para eleições em Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália

Juízes falaram sobre venda de bebida alcoólica, fake news e outros crimes eleitorais

Redação RADAR 64, com informações da assessoria
Publicado em 04/10/2018 às 06h31
Foto: Divulgação
Reunião para tratar das eleições deste domingo foi realizada no fórum de Porto Seguro

PORTO SEGURO - Uma reunião realizada quarta-feira (03), no Fórum Antônio Osório de Menezes, tratou dos últimos preparativos para a realização das eleições 7 domingo, sete de outubro, nos municípios de Porto Seguro (local da reunião) e Santa Cruz de Cabrália.

O juiz eleitoral de Porto Seguro, André Strogenski, iniciou o encontro falando do consumo de bebida alcoólica no dia da votação. “É facultativo cada município decidir sobre o consumo de bebida alcoólica no dia da eleição. Temos duas cidades turísticas, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, e nós não temos condições de fiscalização, pois se trata de locais com grande quantidade de estabelecimentos para o consumo, sendo assim, fica permitido nos municípios, exceto em um raio de 100 metros dos locais de votação”, disse o magistrado.

Galeria de Fotos

Outro assunto muito debatido nesse processo eleitoral, as fakes news (notícias falsas) também estiveram na pauta. O juiz eleitoral de Santa Cruz Cabrália, Tibério Coelho, chamou a atenção para o que é enviado e recebido pelos aplicativos de mensagens e difundido nas redes sócias. “As fakes news, infelizmente, fazem parte das eleições. Mensagens são difundidas para tumultuar o processo eleitoral. O último absurdo que eu recebi foi informando que o eleitor que não fez a biometria poderia votar. Deixo bem claro que isso é mentira. Somente quem fez a biometria poderá votar nessas eleições, tanto no primeiro, como no segundo turno”, enfatizou juiz eleitoral de Santa Cruz Cabrália.

Foto: Divulgação  
Juízes André Strogenski e Tibério Coelho, de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, conduziram a pauta da reunião

Já a promotora de justiça Michele Roberta afirmou que nenhum tipo de adesivo, independentemente do tamanho, é permitido em carros no dia da eleição. “O veículo que tiver usando esse tipo propaganda eleitoral poderá ser apreendido, podendo render multa e até prisão do condutor”, disse.

No encerramento, o juiz André Strogenski lembrou que denúncias sobre crimes eleitorais devem ser feitas no cartório ou por meio do aplicativo Pardal. “Todas as denúncias que foram feitas estão sendo apuradas”, reforçou o juiz, enquanto pedia a colaboração de todos os eleitores para que as eleições fossem tranquilas.

Durante a reunião, muitos representantes tiraram dúvidas. A advogada Olívia Stoco avaliou a reunião como positiva. “Nós estamos aqui para tirar dúvidas e entender o que pode e o que não pode no dia da eleição. Acredito ser de grande valia este momento”, disse.

Entre os cerca de 30 participantes, estavam também o promotor de justiça Wallace Carvalho Mesquita, representando o Ministério Publico Estadual e enviados da Polícia Militar, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), dos partidos políticos e correligionários.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018
Reunião trata de preparativos para eleições em Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália

AVISO IMPORTANTE

O conteúdo que você se dispõe a ver contém imagens fortes e que podem causar choque emocional. Esse conteúdo é dirigido especificamente para pessoas maiores de idade e que, segundo a legislação aplicável, tenham preparo psicológico para acessá-lo.

Fica terminantemente proibido o acesso a esse material por aqueles que não cumpram tais requisitos.

Clicando em FORTES, você declara expressamente que é maior de idade e tem plena capacidade para acessar esse material.

Caso você não atenda a algum dos requisitos anteriormente expostos fica obrigado a clicar em LIVRES ou no BOTÃO FECHAR [X] no canto superior desta janela.