Em reunião com secretários, Rui reafirma suspensão de transporte intermunicipal

Governador disse que vai entrar com ação contra MP editada por Bolsonaro

DO Correio 24 horas
Publicado em 22/03/2020 às 13h31
Foto: Mateus Pereira/GOVBA 
Governador disse que vai entrar com ação de inconstitucionalidade de Medida Provisória editada por Bolsonaro

EUNÁPOLIS - O governador da Bahia, Rui Costa (PT), reafirmou neste domingo (22) a suspensão dos transportes intermunicipais no estado. Durante reunião pela manhã, na Governadoria, com secretários e representantes de órgãos estaduais, ele disse que vai manter as medidas de combate ao coronavírus. No sábado (21), o presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória que sobrepõe deciões do governo federal às medidas tomadas pelos governos estaduais.

"Eu quero reafirmar que, na Bahia e no Nordeste, nós vamos continuar com essas ações. Vamos inclusive entrar com uma ação para discutir a inconstitucionalidade da Medida Provisória do presidente. É preciso que o Governo Federal cuide da vida das pessoas”, afirmou.

Rui também cobrou que o Governo Federal amplie o credenciamento de hospitais no SUS. "Se é para discutir a atribuição, deveria ser obrigação do Governo Federal credenciar os hospitais do SUS. Nós estamos há mais de dois anos com hospitais na Bahia funcionando sem nenhum repasse do SUS, com 100% de recursos do Estado. É preciso que o Governo Federal faça alguma coisa, se não conseguir fazer, que pelo menos não atrapalhe os estados que estão tentando salvar vidas", disse, durante a reunião.

O governo fez uma espécie de 'check-list' com as ações das secretarias estaduais. Segundo ele, a reunião serviu também para ver o andamento das providências de garantia de leitos hospitalares para os pacientes que infectados pelo coronavírus.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018