Suspeito de violência doméstica é procurado por três homicídios

Ex-mulher precisou fugir do ES para Eunápolis por medo de ser morta por acusado

Redação RADAR 64
Publicado em 28/02/2020 às 12h30

EUNÁPOLIS -  

Foto: Arquivo RADAR 64 
Luciano de Jesus Castro foi denunciado por violência doméstica contra a ex-mulher e é procurado por acusação de homicídios

Uma ação conjunta das polícias dos estados da Bahia e Espírito Santo tenta localizar o mecânico Luciano de Jesus Castro, de 27 anos. Conforme informações colhidas pela reportagem do RADAR 64, ele foi denunciado pela ex-mulher, de 21 anos, por violência doméstica. Durante o registro da ocorrência, na manhã de quinta-feira (27), a polícia descobriu que há um mandado de prisão contra ele por três homicídios ocorridos em Eunápolis.

De acordo com a informação, o ex-casal, que tem naturalidade eunapolitana, estava morando em Serra, no estado do Espírito Santo. Eles estavam separados desde janeiro, após quase dois anos de relacionamento, mas continuavam morando na mesma casa. No último dia 14 deste mês, Luciano teria amarrado a jovem por cerca de oito horas, provocando diversas escoriações, e a obrigado a tomar remédio para dormir. Segundo a vítima, as agressões e ameaças de morte eram frequentes.

A mulher, conforme a informação, também teria sido ameaçada pelos primos do ex-companheiro, que disseram que Luciano queria apenas o filho que tem com a vítima, um menino de 10 meses. Com a ajuda de um vizinho, ela conseguiu fugir para Eunápolis com o bebê e o outro filho, de quatro anos, fruto de um relacionamento anterior. Quando chegou ao destino, a jovem foi informada que estava sendo ameaçada por Luciano por meio de mensagens enviadas aos seus familiares.

Foto: Arquivo RADAR 64 
Mulher registrou ocorrência contra marido na 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis

Quando a vítima registrou ocorrência sobre o caso na 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis, a polícia descobriu que Luciano também é considerado foragido da Justiça. Há um mandado de prisão contra ele por três homicídios ocorridos nos bairros Juca Rosa e Rosa Neto. Não há informação sobre quando os crimes ocorreram. O mecânico também tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo em dezembro de 2014, no bairro Juca Rosa, e é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. 

A vítima passou por exame de corpo de delito. A polícia também fez o pedido à Justiça de medida protetiva para a mulher.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018