Verão exige cuidados para quem quer praticar esportes em Salvador

Um clima mais quente exige mais do sistema de refrigeração corporal

Gabriel Conceição / A Tarde
Publicado em 25/12/2018 às 09h36
Foto: João Cordeiro
É importante ingerir bastante líquido em pequenas porções ao longo do dia

Com a chegada do tão esperado verão, em um clima perfeito para pegar uma praia ou piscina, todo mundo almeja exibir um corpo mais esbelto e enxuto. Por isso, há uma intensa procura pela prática de atividade física nesta época. No entanto, o que poucos sabem, é que se exercitar no período mais quente do ano requer um cuidado maior ainda, justamento pelo aumento da temperatura.

Um clima mais quente exige mais do sistema de refrigeração corporal, passando o organismo a produzir mais suor, o que diminui o volume de plasma sanguíneo. Essa redução compromete o mecanismo de perda de calor e também o sistema cardiovascular, além da capacidade de praticar exercícios. Ela pode provocar famosos transtornos como cãibra, cansaço, tontura e até desmaio.

São estes os cuidados que o educador físico Abraão Cordeiro, de 33 anos, sempre procura alertar aos seus alunos que praticam atividade físicas durante seu treino funcional, realizado todas as manhãs de sábados na praia de Piatã. “Para quem deseja ingressar no mundo da prática de atividade física, eu sempre aconselho fazer uma bateria de exames médicos e físicos para saber se está apto para se exercitar. O verão em Salvador costuma ser bem quente, por isso, os casos de desidratação e insolação são bens constantes nos praticantes que costumam caminhar no sol ou correr na praia. Cuidado nunca é demais. Protetor solar e camisa com proteção solar são essenciais”, revela o profissional.

Portanto, antes de planejar correr nas areias da praia, caminhar ao meio dia ou praticar exercícios no sol, saiba que essas atividades exigem um preparo. É recomendável, que no verão, não se aumente o ritmo das atividades, mas sim diminuí-lo, pois a intensidade e a duração do exercício deve ser menor no calor e eles não devem ser praticados nas horas mais quentes do dia.

Além disso, é importante ingerir bastante líquido em pequenas porções ao longo do dia, a cada 40 ou 60 minutos. Em dias quentes a perda de água do organismo, pela transpiração, é mais intensa, podendo desidratá-lo muito rapidamente. É aconselhável ingerir preferencialmente água fresca, evitando bebidas industrializadas, que normalmente contêm muito sódio como conservantes. Outra dica é alimentar-se bem , pois é essencial para um bom rendimento. Dê preferência para alimentos leves, naturais, como frutas, que são mais refrescantes, saudáveis e nutritivas.

SIGA O RADAR 64

RADAR 64© - Todos os direitos reservados 2007 - 2018